Blog Medicina Felina

Dicas para o seu bichano passar a virada do ano em segurança.

"Por
Leila Sena
Sou médica veterinária, atuo em Brasília, e a minha paixão e especialidade são o
Usuário está desligado
Dez 30 "Em 0 Comentários

Falta um dia para a tão esperada virada do ano e, realmente, este “post” veio um pouco atrasado, mas vale a pena postar.

São somente algumas recomendações para a virada do ano, já que fogos de artifícios costumam resultar em uma noite bem traumática aos nossos amados felinos  (e  aos nossos cãezinhos também, porque não!!!).

Acredito que o mais triste que pode acontecer é perder o bichano nesse mundo enorme, portanto, o mais importante a fazer no dia anterior à virada é encontrar possíveis rotas de fuga, isto é, locais que permitam que um gatinho assustado fuja, e bloqueá-las de alguma forma. Geralmente, gatos que vivem dentro de casa já possuem seus esconderijos, e sair de casa é a ultima opção, mas como todo cuidado é pouco, vale a pena evitar facilitar a fuga para aqueles gatinhos que são, naturalmente, mais fujões.

Aumentar os esconderijos pela casa pode ajudar. Deixar uma gaveta vazia e aberta, uma porta de armário aberta ou semi-aberta, ou mesmo caixas de papelão estratégicas, isto é, caixas embaixo da cômoda, mesa, etc, também ajudam a diminuir o estresse , visto que, gatos adoram “dominar a situação”, portanto, um local pequeno e seguro, vale mais do que um quarto amplo sem ele ter um único local para se enfiar.

Para os gatos que vivem fora de casa, vale colocá-los somente uma única noite para dentro de casa. Pra quem não gosta deles se misturando pela casa (o que acho pouco provável para quem passa por aqui),  colocá-los naquele quarto ou dispensa que ninguém usa, sempre criando esconderijos para os mesmos, como as já citadas caixas de papelão, contribui e muito para que seu bichano passe a noite em segurança. Vale lembrar que é muito comum nessa data específica, atendermos muitos animais atropelados em hospitais e clínicas, portanto, a segurança do seu animal, é você quem faz.

Para quem tem criança em casa ou, principalmente, para quem receberá crianças em casa, o ideal é que o gato fique em um local onde a criança não tenha acesso, pois a mesma pode estressar o gato com a manipulação excessiva. E com a barulheira dos fogos, o gatinho que já está demasiadamente assustado pode arranhar ou morder uma criança, caso esta faça um  movimento brusco ou tente brincar com o gato.  Aliás, essa dica vale sempre para gatos que não estão acostumados com crianças, independente de ter fogos, festa, ou não. Muitas vezes, é só um arranhãozinho, mas alguns gatos podem machucar dependendo de onde ocorre a mordida e arranhão.

E por último, nessas duas últimas semanas recebi alguns emails sobre qual medicamento administrar para acalmar os ânimos. Bem, infelizmente, não indicarei nenhum, e é simples saber o motivo, tais medicamentos só devem ser prescritos pelo SEU veterinário, independente de ser alopatia, homeopatia, florais.  É importante, que uma pessoa que entenda da tal medicação tenha conhecimento de que o bichinho foi medicado e com o que foi medicado, para poder agir da maneira mais apropriada caso alguma complicação venha a acontecer.  Portanto, por mais forte que pareça, resista ao impulso de ir à casa de ração, agropecuária e pet shop ( sem veterinário), só pra comprar um “remedinho leve que faz dormir” e administrá-lo por conta própria. Um ponto mais importante, é o dono avaliar se dar uma medicação vale mesmo a pena, posso contar nos dedos de uma mão as vezes em que prescrevi um “calmante veterinário” bem conhecido no mercado, pois só prescrevo em casos de última necessidade. Lembre-se é só uma noite, e mantê-los em segurança muitas vezes basta. Para casos mais sérios, animais com distúrbios sérios de ansiedade, que reagem muito mal a barulhos, devem ser avaliados e acompanhados por um médico veterinário que entenda de comportamento,  não é só um remedinho, que ajuda nesses casos.

Bem é isso, é um post meio óbvio, mas vale a pena deixar como dica, já que os acessos à página e ao Blog só tem aumentado.

Para os que vão “festar”  nesse final de ano muito juízo e cuidado com a “bebedeira” e direção, ok!?

 

Tags: final de ano e gatos, dicas de segurança para gatos
Acessos: 2499

Sobre o autor

Leila Sena

Sou médica veterinária, atuo em Brasília, e a minha paixão e especialidade são os felinos.

Comentários

"Por favor